JPP propõe apoio financeiro municipal complementar para doentes oncológicos deslocados da região

JM

O JPP, através do seu deputado municipal Orlando Fernandes, apresentará na Assembleia Municipal do Funchal, uma proposta de recomendação que pretende responder a uma lacuna nos apoios dados pelo Governo Regional aos doentes oncológicos e que terá grande importância na gestão económica das famílias com carências financeiras.

De acordo com Patrícia Spínola, membro do Secretariado Nacional do JPP, que esta manhã foi a porta-voz da iniciativa política realizada junto à entrada da Câmara Municipal do Funchal, atualmente, continuam a existir atrasos superiores a seis meses nos reembolsos das despesas com transporte terrestre e alimentação, o que faz com que os agregados tenham de suportar, durante meses, estas despesas.

"É fácil perceber as dificuldades que estes agregados passam, para não falar na vulnerabilidade emocional e física em que já se encontram", apontou Patrícia Spínola, salientando que, para o JPP, "é inconcebível a falta de atenção para as especificidades destes tratamentos, nomeadamente os efeitos secundários que exigem, muitas vezes, gastos acrescidos, nomeadamente com fraldas, produtos de desinfeção, resguardos, cremes específicos, entre outros, e nada disto é considerado como despesa associada ao tratamento".

"Propõe-se que o Município do Funchal, a partir de uma análise social sustentada tecnicamente, possa apoiar os agregados com maiores dificuldades económicas, para ajudá-los em todo este processo", adiantou a porta-voz do partido.

Recorde-se que o JPP já produziu uma proposta semelhante na Assembleia Municipal da Ribeira Brava, no passado dia 27 de fevereiro, tendo a mesma sido aprovada por unanimidade.