Cata-ventos são “enriquecimento turístico” para a Calheta

Susy Lobato

Já foram instalados os 600 cata-ventos nos jardins em frente à Câmara da Calheta. A exposição, que estará patente no local até ao dia 16 de abril, pretende deixar ‘marcas’ a todos aqueles que visitam o concelho.

“Temos aqui um trabalho artístico que é, paralelamente, um enriquecimento turístico para a nossa terra”, transmitiu esta manhã o vice-presidente da Câmara, adiantando que “a exposição é uma mais-valia porque contribui para que os visitantes levem as melhores recordações”.

Nuno Maciel enalteceu a iniciativa da Delegação Escolar e do Centro de Estudos e Desenvolvimento de Educação, Cultura e Social (CEDECS) que permite “passar para as gerações vindouras algumas daquelas que são as nossas tradições e que representam o nosso património imaterial”.

Além disso, prosseguiu, “desenvolvem-se as capacidades em trabalhos manuais, a motricidade e, também, a relação intergeracional”.

Refira-se que a iniciativa, integrada na VI Mostra de Espantalhos e Cata-ventos, envolveu todas a escolas do 1º ciclo da Calheta, e ainda a Escola Básica e Secundária, tendo ainda contando com a participação de utentes dos oito centros sociais do concelho.

Na iniciativa terão participado mais de 300 pessoas, desde os mais novos, com cerca de seis anos, até os 89 anos.

Ao todo, foram construídos 600 cata-ventos numa alusão aos 600 anos da descoberta do Arquipélago da Madeira.

Segundo Alexandrina Ladeira, professora que integra a organização da iniciativa, todos os cata-ventos foram construídos com materiais reutilizáveis (garrafas de plástico, rolhas de cortiça e a parte exterior da esferográfica) e materiais naturais (cana).

Tal como já havia noticiado o JM, a organização irá candidatar os 600 cata-ventos ao Livro de Recordes do Guinness.

“Nunca ouvimos falar se já aconteceu uma concentração deste género noutro sítio, por isso vamos lançar a candidatura e vamos ver o que irá acontecer”, terminou a responsável, depois de concluída a instalação de todos os trabalhos.