Escola da Nazaré acolhe ação alusiva ao Dia Internacional Contra a Discriminação Racial

No dia 21 de março comemora-se o “Dia Internacional de Eliminação da Discriminação Racial“. A celebração anual desta data foi instituída pela Organização das Nações Unidas, em 1966, como forma de sensibilizar a comunidade internacional para importância de continuar a desenvolver esforços para eliminar todas as formas de discriminação racial, bem como reafirmar e renovar o seu objetivo de ajudar a construir um mundo mais justo e igualitário.

No âmbito da Comissão para a Igualdade Contra a Discriminação Racial (CICDR), para a qual foi nomeada representante do Governo Regional da Madeira a técnica superior Mariana Bettencourt, estão previstas várias comemorações, em todo o País, alusivas a este dia.

Considerando a importância de levar esta temática às escolas, nomeadamente as do 1.º ciclo, a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais resolveu que este dia seria comemorado na Escola de 1º ciclo e Pré-Escolar da Nazaré (São Martinho), "onde existem crianças de várias raças e etnias e onde se torna mais oportuna a realização de uma abordagem desta temática", explica, numa nota enviada à imprensa.

A ação de sensibilização tem a duração prevista de uma hora e tem por objetivo "consciencializar as crianças para a importância da comemoração deste Dia Internacional Contra a Discriminação Racial", através da apresentação do livro “As Cores da Cidade Cinzenta” e da pintura de um desenho que será distribuído pelas crianças, juntamente com uma caixa com seis lápis de cor, em seis tons de pele produzida pela CICDR, para "contrariar a ideia preconcebida de que só existe uma 'cor de pele'", concretiza a Secretaria Regional da Inclusão e Assuntos Sociais.

A história do livro é da autoria de Rita Garcia Fernandes e contém ilustrações de André Filipe.