JM - Edição impressa: Miguel de Sousa fala de campanha anti-governo como nunca foi feita ; Desporto: Alhassan protagoniza primeira 'novela'

O deputado do PSD-Madeira, Miguel de Sousa, entende que há uma campanha “orquestrada contra o governo e os seus membros” como “nunca foi feita na Madeira”.

“Nunca me avaliaram nove meses depois de eu ter tomado posse”, justifica o deputado do PSD-M, considerando, todavia, Pedro Calado, competente para lidar contra uma República eu não quer ajudar a Região, é a notícia que faz hoje manchete.

Quanto ao ferry pode ficar apenas dois anos, o administrador do Grupo Sousa, Sérgio Gonçalves, esclarece nas páginas 20 e 21 que o período de exploração está dependente do desempenho da linha. Em entrevista ao JM e à 88.8jmfm, mostra-se contra as taxas turísticas e admite uma ligeira quebra de passageiros para o Porto Santo;

Saiba ainda que há tolerância de ponto para o Rali Vinho Madeira, diz a página 5;

172 alunos já se candidataram ao ensino superior, é outra das chamas de capa desta segunda-feira;

Um perito garante a segurança do arraial do Monte;

Destaque para Mallu Magalhães que abre hoje o ‘NOS Summer Opening’;

Um jornal, duas capas. No desporto, Alhassan protagonizou a primeira ‘novela’ no futebol madeirense. Gorada a transferência para o Marítimo, o médio nigeriano acabou por assinar pelo Nacional por quatro temporadas, como avançou o JM na edição de ontem. O futebolista já se juntou aos colegas no estádio em Rio Maior. Entretanto, Wesly Decas é o mais recente reforço nacionalista, diz a página 37;

Já Sandra Rebolo foi reconduzida na ABM e a Lista A, encabeçada pela atual presidente do organismo, derrotou ontem a Lista B, por 19-8 com 27 clubes considerados para votarem;

Os ‘manos’ Soares conquistam o pódio na Taça de Portugal;

Chamada para Ronaldo que ‘enlouqueceu’ o Instagram, com a primeira publicação do craque como atleta da Juventus a atingir o Top 5 da história da rede social de imagens;

Quanto ao Benfica, é o clube mais ativo do mercado, sendo os que mais se reforçaram até ao momento, diz a página 38;

JM Já nas bancas levando até si, todos os dias, a atualidade madeirense.