Funcionários da APRAM 'mandados' para casa por questões de segurança

Susy Lobato

A Administração dos Portos da Região Autónoma da Madeira (APRAM) foram 'mandados' para casa esta manhã, devido às condições do tempo.

Segundo Ana Gouveia, responsável pelo Gabinete de Promoção da APRAM, a decisão surgiu por uma questão de prevenção, por forma a garantir a segurança de todos os que ali trabalham.

"Seguindo a experiência de outras vezes em que o mar chegou a bater nos carros e nas próprias pessoas, tomamos esta decisão", explica, ciente do perigo associado à forte ondulação que se tem sentido no litoral, ainda para mais devido às previsões do estado do mar para a parte da tarde.

Amanhã, os funcionários deverão estar de volta ao trabalho.