Pedro Ramos diz-se ‘atento’ a greves de enfermeiros e médicos

Cláudia Ornelas

O secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, garantiu hoje que o SESARAM está a seguir “atentamente, não só a greve dos enfermeiros como greve dos médicos”.

“Estamos a seguir atentamente, como seguimos no ano passado, a greve dos especialistas de Enfermagem de Saúde Materna e Obstetra, da ESMO. Felizmente, nessa altura, não houve repercussões para profissionais, nem para os nossos doentes”, afirmou Pedro Ramos.

Os sindicatos dos enfermeiros admitem greve para 22 e 23 de março, se não receberem da parte do Ministério da Saúde, a garantia de negociações relativas à carreira de enfermagem. Por sua vez, os sindicatos dos médicos exigem a abertura de concursos para jovens médicos, ameaçando greve de três dias, no início de abril.

As declarações do secretário foram feitas à margem da celebração do 20º Aniversário da Analgesia do Parto, uma técnica que permite retirar a quase 100% a dor do trabalho de parto, referiu a coordenadora pela anestesia para a área obstetrícia do SESARAM e mediadora do evento, Mara Vieira.

“Com esta reunião, vamos procurar fazer um resumo histórico do que tem sido o nosso caminho até aqui, onde estamos, como conseguimos chegar a este nível e o que queremos fazer para o futuro. Queremos dinamizar maternidade e ir ao encontro das expectativas da parturiente”, ressaltou a anestesista, salientando que são 81% as mulheres que recorrem a este procedimento na Madeira.

O secretário da Saúde salientou que "esta é uma especialidade que se tem revelado cada vez mais necessária, não só pelo bloco operatório, mas para todos as outras áreas assistenciais de qualquer instituição”, destacando como exemplo a imagiologia e intervenções de outras especialidades.

Pedro Ramos aproveitou a ocasião para ressaltar as obras do bloco de obstetrícia e dos gases medicinais, anunciadas há dois anos e lançadas no mês passado, que estão a decorrer neste momento e que terão a duração de cinco meses.

A ocasião contou com a presença de vários representantes do SESARAM, entre estes, a diretora clínica Regina Rodrigues, a enfermeira diretora Dalila Freitas, a vice-presidente do IASAÚDE, Bruna Gouveia, a presidente do Concelho de Administração, Tomásia Alves e o diretor do Serviço de Anestesiologia, Eugénio Mendonça.