JP/Funchal defende maior abertura de associações à sociedade

A JP - Juventude Popular do Funchal visitou este domingo, dia 4 de fevereiro, a Associação OLHO.te, dando continuidade à iniciativa que decorrerá ao longo deste ano, denominada 'O melhor que o Funchal tem', que tem como objetivo reconhecer pessoas, empresas e instituições que se destacam no Funchal pelo seu contributo para o crescimento e desenvolvimento da cidade.

Segundo Carolina Ferreira, a porta-voz da JP Funchal nesta iniciativa, o reconhecimento agora prestado à Associação OLHO.te "deve-se ao trabalho meritório e com provas dadas na área da intervenção social e promoção da cidadania participativa no bairro da Nazaré através das artes".

"Igualmente importante é o facto desta associação contribuir para acabar com o estigma e preconceito inerente ao bairro da Nazaré e para o potenciar do talento das suas gentes", notou, em comunicado.

No âmbito desta iniciativa, a JP Funchal defendeu uma "maior abertura das associações e organizações à sociedade", a exemplo do que faz a Associação OLHO.te.

A JP Funchal considerou também necessário "reforçar o apoio e a delegação de competências da Segurança Social nas associações, que a exemplo desta, possam contribuir para a inclusão social e para o desenvolvimento do potencial humano".

Esta juventude partidária defendeu ainda a criação de um banco de horas para voluntariado com benefícios não financeiros e incentivos para os voluntários.