JM-Edição Impressa: Bispo pressionado tira Giselo do Monte / Desporto: Falta de civismo na Maratona do Funchal

Tânia R. Nascimento

Noventa dias depois da notícia do JM e após muita pressão do clero, o bispo decidiu: Giselo Andrade continua na Diocese, mas foi dispensado da paróquia do Monte.

A manchete da edição impressa do JM desta segunda-feira avança que a nota episcopal recorda o escândalo público, mas garante que a mudança não atende a "razões de mera popularidade ou estatística de opiniões". O cónego Vítor Gomes passa a acumular a Sé e o Monte. Saiba mais pormenores sobre este assunto na página 6.

Neste 29.º dia de janeiro, o nosso matutino realça, também, o Lobo Marinho, que regressa sexta-feira. Nas páginas 18 e 19, leia que, depois da paragem para manutenção, o navio volta com algumas novidades. E com aumento de preços.

No ano passado, a PSP teve 16 queixas por cartões clonados e a PJ encontrou 35 mil dólares em notas falsas.

Destaque, ainda, para o Panelo, que juntou milhares no Chão da Ribeira, e para a Ribeira Brava, que investirá 900 mil euros em dois caminhos.

Um jornal, duas capas. No Desporto, o protagonismo vai para a Maratona do Funchal. Uldis Klavins e Rosa Madureira foram os vencedores da prova, que decorreu ontem. No final, o presidente da Associação criticou os madeirenses que estacionaram no percurso da corrida. "Isso tem de acabar de uma vez por todas", afirmou Policarpo Gouveia. Esta é uma notícia para ler na página 32.

Saiba ainda que o técnico madeirense Fábio Pereira sonha voltar; que o União da Madeira visita, esta segunda-feira, o Académica de Coimbra; e que o Rali Vinho Madeira, que vai para a estrada entre 2 e 4 de agosto, será este ano a quarta de seis provas do Tour European Rally.

Tudo isto e muito mais para ler na edição impressa do JM de hoje.