PS sugere protocolo com Governo dos Açores para instalação de novo cabo submarino

Cláudia Ornelas

O Partido Socialista apresentou hoje propostas de diversificação da economia para a Madeira. Pela voz do presidente Carlos Pereira, o partido referiu estar de acordo com a intenção do Governo Regional para apostar no setor das Novas Tecnologias, de forma a fomentar a criação de riqueza e emprego na Região.

Por esse motivo, o partido solicita que sejam criadas mais condições para promover a vinda dessas empresas tecnológicas, acusando os custos elevados das telecomunicações na Madeira como um fator impeditivo.

Em causa, diz Carlos Pereira, está o cabo submarino que liga a Madeira ao continente, que tem criado problemas por "estar na terceira etapa de vida".

O PS propõe ao Governo Regional um diálogo com a Região Autónoma dos Açores, para que seja protocolizada solução única, que beneficie ambas as Regiões.

O partido garante ainda que os madeirenses suportam mais custos de telecomunicações devido aos custos elevados do cabo submarino, um fator que tem impedido a presença de mais operadores na Madeira.

O Partido Socialista acrescenta que as reduções de preço, que têm sido divulgadas nos últimos tempos pela ANACOM, na área das telecomunicações, não têm chegado aos consumidores devido à falta de empresas. “Precisamos de mais operadores para garantir que há baixa de preço”, concluiu Carlos Pereira.