Quatro maiores armadores do mundo têm navios registados na Madeira

A 'ALPHALINER', reconhecida consultora internacional na área do shipping, divulgou recentemente o ranking dos 100 maiores armadores do mundo e a Madeira está em destaque.

De acordo com este ranking, a Região alberga, entre outros aspectos, os quatro maiores armadores do mundo de navios registados no Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR). São os casos da APM-Maersk, da MSC - Mediterranean Shipping Company, da CMA CGM Group e da Cosco Shipping.

"A presença dos maiores armadores mundiais no MAR é indubitavelmente merecedora de destaque uma vez que, para além da sua dimensão e reputação internacional, no seu conjunto representam 96 navios registados no MAR, com evidentes consequências positivas para a economia da Região e do País. Recorde-se que estes navios, muitos deles de grande tonelagem, navegam em águas internacionais e visitam portos de todo o mundo, arvorando a bandeira de Portugal e levando inscrito no casco o nome da Madeira", pode ler-se no site do Centro Internacional de Negócios da Madeira.

Qualidade do MAR é reconhecida internacionalmente
A somar a esta notícia que abre 2018 da melhor maneira e além do contínuo aumento do número de navios registados na Madeira, há um conjunto de outros sucessos alcançados pelo MAR no último ano que merecem realce.

No fim de 2017 os navios de pavilhão português foram incluídos pela primeira vez no Índice Qualship 21 da Guarda Costeira dos EUA, com o claro contributo do Centro Internacional de Negócios da Madeira, como sublinhou a própria Guarda Costeira Americana ao apontar a idade e a qualidade dos seus navios como factores decisivos para a entrada do pavilhão português no índice americano.

A outro nível, no campo da segurança e da qualidade da sua frota, o site realça também para a nota positiva atribuída pelo Comité do Memorandum (MOU) de Paris ao Registo Internacional de Navios da Madeira no quadro da avaliação à performance dos registos de navios a nível mundial, integrando-o, a exemplo do ano passado, na Lista Branca.

"Em suma, este conjunto de notícias são uma demonstração inequívoca dos contributos do Registo Internacional de Navios da Madeira (MAR) para o sector do shipping em Portugal, na medida em que a esmagadora maioria dos navios da marinha mercante de pavilhão português estão registados no MAR", conclui.

Segundo a SDM, estes são indicadores que sublinham o trabalho que tem sido feito no sentido de "aumentar a credibilidade do MAR e a sua competitividade internacional, bem como prova de que este registo português é capaz de ombrear com os maiores registos europeus e mundiais".