Petição online exige regresso dos 50 cães a casa

Miguel Silva

Documento online já reuniu centenas de assinaturas

Já está a correr uma petição pública online para para que os 50 cães retirados ontem a uma família em Câmara de Lobos sejam devolvidos ao seu lar. Odocumento, que pode encontrar e assinar aqui recorda o que aconteceu e traça um quadro geral com informações diversas procurando contrariara decisão do tribunal que levou à recolha dos cães.

"Esta família estava a ser acompanhada há cerca de 1 mês pela Associação Ajuda a Alimentar Cães, que conseguiu facultar comida e cuidados de saúde a estes animais, tendo inclusivamente levado uma veterinária ao local que se encarregou de averiguar as condições de saúde dos animais, identificando-os e aplicando desparasitantes internos e externos em todos eles. Tanto a veterinária como as voluntárias da Ajuda A Alimentar Cães puderam testemunhar que os animais, eram muito estimados pelas suas tutoras, não se verificando quaisquer indícios de maus-tratos ou negligência", afirma o texto da petição online.



​​​​​​​

"A Associação Ajuda a Alimentar Cães tem ao longo dos anos, conseguido um número impressionante de adopções e esse seria o procedimento a seguir também com esta família, por forma a que gradualmente se encontrassem famílias para os cerca de 50 cães. Este era o plano, não fosse a insensatez de quem se lembrou de fazer uma denúncia totalmente irresponsável que levou a que neste dia, sem quaisquer cuidados e condições, todos os animais fossem retirados da sua casa, sem ter em conta o bem-estar dos mesmos ou das suas tutoras".

Acrescenta ainda o texto quevem sendo assinado que "como resultado, os animais foram transportados para a Spad em condições degradantes, tendo alguns deles ficado muito feridos, (bem visíveis nos vídeos partilhados) e outros retidos num armazém sem quaisquer condições, por falta de espaço. Acredita-se que esta falta de responsabilidade tanto de quem denunciou como de quem condenou e orquestrou, constitui uma grave contra-ordenação aos direitos dos animais, bem como um alarme social extremamente elevado (que de resto é bem visível nas redes sociais)."

Perante tudo isto, conclui a petiçãoque "uma vez que esta situação já existia há anos, e até agora a Câmara Municipal de Câmara de Lobos nunca havia agido, e uma vez que os direitos dos animais não estão de todo salvaguardados, solicita-se a V. Exas que os animais retirados a esta família, sejam inseridos novamente no seu lar, para que a Associação Ajuda a Alimentar Cães possa dar continuidade ao trabalho que vinha desenvolvendo no sentido de encontrar lares definitivos para os cerca de 50 cães, de forma consciente, faseada, decente e gradual, sem traumas para os animais, para as suas tutoras (uma das quais inclusivamente tentou o suicídio, devido ao desespero de ter ficado sem os seus cães) e para evitar mais alarme social."