População revoltada com situação de cães retirados de casa em Câmara de Lobos

Cláudia Ornelas

No dia de ontem, tal como já foi noticiado pelo JM, meia centena de cães foram retiradosde uma casa em Câmara de Lobos, por ordem dotribunal, tendo sido transportados em caixas para a Sociedade Protetora dos Animais Domésticos (SPAD).

No entanto esta situação tem gerado revolta da população, que tem recorrido às redes sociais para criticar esta medida, acusando também os funcionários de Câmara de Lobos de maus tratos, na retirada dos cães.

O vídeo seguinte foi partilhado na página da Associação Ajuda Alimentar Cães e mostra os cães a serem retirados da casa.

Uma petição 'online' foi criada para louvar a atitude da família, “que apesar das suas carências económicas, em momento algum optou por abandonar os seus animais”, pode ler-se na petição, criada há 11 horas e que já foi assinada por 325 pessoas.

Nas redes sociais são muitas as mensagens que condenam o comportamento da Câmara Municipal de Câmara de Lobos. Lê-se vários comentários de apoio à petição, tais como “assinado e partilhado”; “Eu Assino sempre, seja na Madeira, no Brasil ou em qualquer outra parte do Mundo! Desde que possa Assinar, Assino!! Por eles Tudo!!!!”; “Há uma pessoa internada por causa disto, que teve um ataque de pânico ao ver os cães serem tirados à força da sua casa”.

Relembre-se que a situação estava a ser acompanhada pela Associação Ajuda Alimentar Cães, que também já veio contestar a forma como foram retirados e transportados animais para a SPAD, uma vez que esta instituição alega limitações de espaço e afirma só ter capacidade para ficar com cerca de 34 cães.

Numa publicação, a associação dá também conta de animais que ficaram feridos, devido ao transporte inadequado, realizado por parte da Câmara Municipal de Câmara de Lobos.