Governo reforça apoio ao Programa de Emergência Alimentar na Madeira com mais de 250 mil euros

Carla Ribeiro

O Conselho do Governo, reunido esta manhã em plenário, decidiu autorizar a celebração de nove acordos de cooperação entre o Instituto de Segurança Social da Madeira e as entidades parceiras do Programa de Emergência Alimentar na Madeira, no montante de duzentos e cinquenta e dois mil, seiscentos e noventa e cinco euros e setenta e um cêntimos (252.695,71euros).

Este programa permite, segundo o secretário regional da Educação, garantir às famílias de baixos rendimentos, o acesso a refeições gratuitas ou, em alternativa, a comparticipação na aquisição de géneros alimentares. Com este apoio, e ainda segundo aquele governante, é assegurada a continuidade do Programa na RAM, no decurso do primeiro trimestre de 2018.

Foi também estabelecido que na tarde do dia 22, os funcionários do Governo estarão dispensados de comparecer aos serviços, desde que não sejam absolutamente necessários para garantir o funcionamento dos serviços imprescindíveis. Que trabalhar nessa tarde, goza da folga posteriormente. Foi ainda autorizado um protocolo de desenvolvimento e cooperação no âmbito da promoção e animação turísticas com a ACAPORAMA, num montante que não excederá os 15 mil euros.