Alterações no Instituto das Florestas e Conservação da Natureza

David Spranger

Susana Prada foi ao plenário explicar as alterações a introduzir no Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, numa proposta de decreto legislativo regional que será votada ao final da manhã de hoje.

Na ALM discute-se por esta altura a proposta de decreto legislativo regional n.º 21/2016/M, de 13 de maio, que criou o Instituto das Florestas e Conservação da Natureza, IP-RAM e extinguiu a Direção Regional de Florestas e Conservação da Natureza e o serviço do Parque Natural da Madeira.

A matéria levou ao plenário Susana Prada, secretária regional que tutela o setor, explicou as mudanças que irão ser introduzidas, nomeadamente ao nível orgânico. Entre estas, ‘cai’ o cargo de vice-presidente e passa a ter dois vogais. Ou seja, o conselho diretivo, liderado por Manuel Filipe, passa a ser composto por três elementos, e não dois como sucede nesta altura.

Alterações que se estendem ainda à composição do conselho consultivo.