Governo quer aproveitar fundos comunitários para renovar frotas

Susy Lobato

Miguel Albuquerque espera que com a revisão do quadro comunitário a Região possa renovar a frota, sobretudo a dos espadeiros. “Alguns dos barcos de espada têm mais de 45 anos”, transmitiu o presidente do Governo, ciente do perigo a que os pescadores podem estar sujeitos.

O chefe do Executivo falava a um grupo de pescadores que hoje, no Centro Social e Paroquial do Caniçal, receberam certificados de formação “Qualificar para a Estiva”.

No local, Albuquerque aproveitou para anunciar que as obras no cais do Caniçal estão quase terminadas, convidado a população presente a participar na inauguração, um momento que, confirme adiantou, deverá acontecer no final de janeiro.

A proceder à entrega dos certificados esteve também a secretária regional da Inclusão e dos Assuntos Sociais, Rita Andrade, que explicou que este programa de formação e capacitação vai abranger 300 pescadores desempregados e inscritos no IEM, nas áreas de marinhagem e mestrança. O projeto, custará ao Governo Regional cerca de 197 mil euros.