JM-Edição Impressa: Judiciária acelera investigação no Monte / Desporto: Corremos mais do que nunca!

A manchete da edição impressa do JM desta sexta-feira avança que a recolha de elementos devido à queda da árvore decorre a bom ritmo, pelo que a PJ conta terminar antes do fim do prazo de oito meses. Continuam a ser pedidos documentos e já foram ouvidos algumas vítimas e familiares. Saiba mais pormenores sobre o assunto na págia 14.

Um jornal, duas capas. No Desporto, destaque para o atletismo madeirense, que se prepara para bater o recorde de participantes. "Tendo em conta que já vamos com cerca de mil filiados, esta época perspetiva-se uma das melhores de sempre a este nível", explica Egídio Olim, "vice" da associação da modalidade, ao JM. O mercado de transferências, que fechou em outubro, também esteve ao rubro. Conheça as principais movimentações na na página 34.

Neste 17.º dia de novembro, o JM volta a realçar, também, o caso do padre Giselo, que está nas mãos do bispo. O assunto foi abordado à margem da Conferência Episcopal Portuguesa. D. Manuel Clemente segue a argumentação do bispo do Funchal e reitera que o problema deve ser resolvido na Diocese. Leia mais na página 3.

Nas páginas 10 e 11, saiba que os estudantes querem recuperar o espírito de luta.

Já na página 4, o JM avança que a reabilitação urbana atrai mais câmaras.

Destaque ainda para o PSD, que apresenta 24 alterações ao OE, na ​página 7, e para a ‘derrama’ ​de Cafôfo, que gera críticas, na página 8.

Tudo isto e muito mais para ler na edição impressa do JM de hoje.