Mais 15 militares madeirenses aptos para efetuar resgate em montanha

Susy Lobato

Após as últimas catástrofes que assolaram a Região, primeiro as cheias e depois os incêndios, o Comando da Zona Militar da Madeira tem apostado na formação de resgate em montanha. Desde 2013 têm decorrido várias formações. Hoje, mais 15 militares terminam o curso de montanhismo, dois deles com formação de socorrista.

O curso, que demorou duas semanas a ser leccionado, foi frequentado por militares madeirenses que hoje rumaram até à Ponta do Sol para finalizarem a formação com um exercício de resgate numa zona de difícil acesso, junto à ponte velha situado na estrada antiga que liga esta vila à Madalena do Mar.

O objetivo do curso, segundo Carlos Perestrelo, General Comandante Operacional da Madeira, é que mais profissionais do arquipélago estejam em condições para poderem corresponder ao bem-estar das populações e, no caso de uma catástrofe, conseguirem dar resposta.