Hospital Particular da Madeira é o parceiro de saúde oficial do Club Sport Marítimo

Redação

O Hospital Particular da Madeira (HPM) e o Club Sport Marítimo celebraram um protocolo para a presente época desportiva.

A oficialização do acordo teve lugar na tribuna presidencial do Club Sport Marítimo, ontem, dia 23 de novembro, pelas 19 horas, sendo agora esta unidade hospitalar o parceiro oficial em cuidados de saúde do Club Sport Marítimo, comprometendo-se a assegurar todos os cuidados médicos essenciais ao bem-estar e ao bom desempenho dos atletas, visando o melhor acompanhamento clínico dos mesmos, por parte dos melhores profissionais de saúde.

Na celebração da assinatura do acordo, o presidente do Club Sport Marítimo, Rui Fontes, salientou a importância da parceria.

“Acabámos de assinar um acordo que prestigia duas grandes instituições da região, o Hospital Particular da Madeira, na vanguarda da saúde e o Club Sport Marítimo na vanguarda do desporto. O Hospital Particular da Madeira vai proporcionar um complemento médico muito importante ao Club Sport Marítimo”, disse o líder.

Rui Fontes sublinhou ainda que o Marítimo “dá um passo gigantesco no sentido de modernização das suas estruturas, porque esta é uma estrutura de apoio a todas as modalidades, é das tais estruturas invisíveis, mas que são extremamente importantes no desporto”.

“Para termos uma equipa, seja qual for a modalidade, que apresente bons resultados ela tem que ter uma estrutura na retaguarda que lhe proporcione tudo isso e não há dúvida alguma que estas estruturas que não são visíveis, mas que realizam um trabalho diário extremamente importante, são fundamentais para rentabilizar as equipas e para que as mesmas se possam apresentar ao melhor nível em todas as competições”, aditou ainda.

“Esta assinatura vai beneficiar cerca de 150 atletas profissionais e mais de 1500 atletas amadores, para além de também os sócios do clube virem a beneficiar deste protocolo. Desejo que tudo isto funcione muito bem, como todos nós esperamos. Aliás, junto do Hospital Particular da Madeira não seria de esperar outra coisa e que de facto tanto os nossos atletas, como os sócios do Marítimo venham a ter um grande benefício com este protocolo, no sentido da modernidade, de uma maior eficiência dos nossos serviços e para os nossos sócios também, não seja apenas para o futebol e para o desporto, mas que possam beneficiar de outras condições que o clube lhes possa proporcionar”, concluiu.

Já o administrador do Hospital Particular da Madeira, Alexandre Gonçalinho, deixou uma palavra de agradecimento à direção do Marítimo “pelo trabalho desenvolvido na elaboração desta parceria”, agradecendo igualmente à equipa médica do clube.

“Este é um dia importante para nós, Hospital Particular da Madeira, para o Marítimo e para todos os maritimistas, porque a esta equipa juntamos o Dr. Luís Freitas – coordenador de Medicina Interna e diretor clínico do HPM, o Dr. Pinto da Cruz – coordenador da Cirurgia Geral e diretor clínico substituto, a Dra. Susana Gomes – coordenadora de Cardiologia e diretora clínica do MMC, o Dr. Horácio Sousa – coordenador de Ortopedia e um grande maritimista, a Dra. Joana Macedo – coordenadora de Fisiatria, a Dra. Catarina Dias – coordenadora do Serviço de Atendimento Urgente e tantos outros profissionais de saúde do Hospital Particular da Madeira, que a partir de hoje passaram a colaborar com o Departamento Médico e com o Marítimo”, disse.

“O Marítimo passa a contar com os melhores profissionais que trabalharão permanentemente e em parceria, contribuindo para o desenvolvimento de todos os atletas, mas também de todos os seus associados”, frisou.

A administração do HPM destacou, ainda, a vontade de “crescer com o Marítimo”, comprometendo-se a cuidar de todos os atletas e associados desta instituição.