CMF quer contratos -programa com o Governo para obras de 11 milhões e 600 mil euros

A Câmara Municipal do Funchal considera haver condições financeiras e políticas para o apoio a 11 obras importantes no concelho.

Deste modo, apresentou uma missiva ao Governo Regional que alerta para a importância da celebração de contratos-programa. A garantia foi deixada esta tarde por Paulo Cafôfo na apresentação das conclusões da reunião de Câmara, que habitualmente se realiza às quintas-feira. Neste primeiro encontro após a tomada de posse dos novos órgãos do Governo Regional, o presidente da Câmara do Funchal sublinhou foi feita uma missiva junto do Executivo madeirense, para ser inscrita no Orçamento da Região de 2018, para a celebração de contratos -programa para a realização de obras, no valor 11 milhões e 600 mil euros.

"Houve remodelação no Governo Regional. Foi anunciada nova fase de diálogo e queremos que essa fase de diálogo e abertura se concretize", defendeu Paulo Cafôfo. Os incêndios de 2016 foram também abordados nesta reunião, sendo que a Autarquia abriu um concurso internacional de 1,3 milhões de euros para poder fazer a limpeza das plantas infestantes no Parque Ecológico, entre outras medidas.

A vereação social-democrata prestou declarações à comunicação social, tendo Rubina Leal lamentado que neste reunião, que dos principais investimentos que este Executivo se comprometeu com a população do Funchal, a Câmara tenha pedido acordos ao Governo Regional para a concretização dos mesmos.