Teatro do Funchal assinala centenário do nascimento do ator Virgílio Teixeira

Lusa

Tal como o JM revelou hoje, está previsto um ciclo de cinema, uma exposição e um colóquio no programa que decorre de 25 a 27 de outubro no Teatro Municipal Baltazar Dias, no Funchal, para assinalar o centenário do nascimento do ator madeirense Virgílio Teixeira.

A exposição é composta por um espólio doado pela viúva do ator, que morreu aos 93 anos, em dezembro de 2010.

O ciclo de cinema começa com o filme “As memórias que nunca se apagam”, que mostra o percurso do ator.

Inclui ainda as projeções de “José do Telhado”, de Armando Miranda, e “Nazaré”, de Manuel Guimarães.

O programa termina com um espetáculo de homenagem a Virgílio Teixeira, uma madeirense que iniciou a sua carreira com a participação no filme “Ave de Arribação” (1943).

Durante a sua carreira participou em mais de 90 produções e 150 programas televisivos, tendo contracenado com Amália Rodrigues no file “o Fado – História de uma cantadeira” (1947) e no “Regresso dos sete magníficos” com Yul Brynner (1966).

Também integrou o mundo da política regional - foi eleito vereador pelo PSD para a Câmara Municipal do Funchal, detendo o pelouro da Cultura no mandato 1980-83.