"Desta vez a 'festa' do Rali transformou-se numa dor incalculável", diz Bernardo Sousa que apela à segurança

Várias são as entidades e personalidades, que se têm vindo a manifestar na sequência da morte de uma criança de 8 anos no dia de ontem, no Rali Vinho Madeira.

Desta vez, foi o piloto Bernardo Sousa, que também integrou a lista de paticipantes e terminou em 5.º lugar, a manifestar a sua solidariedade para com a família da vítima mortal e também para com a equipa de pilotos envolvida.

O piloto apela, sobretudo, para que se respeitem as normas de segurança.

"O Rali Vinho da Madeira é sinónimo de uma enorme romaria às estradas da Ilha. Infelizmente, desta vez a “festa” do Rali transformou-se numa dor incalculável. Gostaria de endereçar à família da menina que nos deixou prematuramente as minhas sentidas condolências. Que Deus dê força a esta família. Ao Miguel e ao Tiago, que se viram envolvidos neste acidente sem qualquer responsabilidade, gostaria de endereçar um abraço. Peço ao público respeito por todos, e que entendam a necessidade de assistir ao Rali em segurança e cumprir todas as regras e indicações dos agentes da autoridade e controladores!", firmou o piloto na sua página da rede social instagram.