Saúde regional não prevê para já deixar cair uso de máscara nos transportes públicos

Paula Abreu

O diretor regional de Saúde não prevê, nos próximos tempos, que deixe de ser obrigatório o uso de máscara nos transportes públicos.

Em declarações aos jornalistas, antes da sessão de abertura do curso de atualização em obstetrícia no SESARAM, Herberto Jesus não se comprometeu com datas para o alívio dessa medida.

"Neste momento, estamos a usar o principio da precaução", afirmou, defendendo que o uso deste objeto para quem tem sintomas deve se manter sempre.

"Num cenário ideal, sem acréscimo de casos e sem mortalidade, poderemos pensar noutro tipo de medidas", disse,reforçando que a máscara é para manter para os sintomáticos.