Câmara do Funchal aprova empréstimo de 3 milhões de euros para ajuda na recuperação da ETAR

Carla Ribeiro

A Autarquia do Funchal, liderada por Pedro Calado, aprovou hoje a contratação de um empréstimo de médio/longo prazo para a comparticipação do Município na obra de 'Recuperação e Ampliação da ETAR do Funchal', projeto esse cofinanciado pela União Europeia e pelo Governo Regional.

O financiamento bancário até 3 milhões de euros, com um spread de 0,445%, tem um prazo de amortização de 20 anos. A contração deste empréstimo, que será submetida a apreciação da Assembleia Municipal, obteve os votos contra dos vereadores da Coligação ‘Confiança’. Face a este sentido de voto, Pedro Calado conclui que “a coligação ‘Confiança’ não quer esta importante obra para a cidade do Funchal, nem quer o desenvolvimento”. Nesta reunião, o executivo decidiu ainda prorrogar o prazo em 40 dias [até o fim de março deste ano] para a conclusão da obra da primeira fase da ciclovia da Estrada Monumental, à frente do Fórum Madeira. O autarca refere que este adiamento, feito a pedido do empreiteiro, é a titulo excecional e resultou da situação da pandemia que afetou também a construtora, obrigando ao isolamento de muitos trabalhadores. No entanto, o autarca avisa que para além deste período, não haverá contemplações.

“A obra tem de estar mesmo terminada, para podermos avançar para a 2ª fase da ciclovia, junto da ponte do Ribeiro Seco”, referiu o presidente da Câmara no final da habitual reunião semanal.

Por outro lado, Pedro Calando anunciou que foram aprovados benefícisos fiscais de quatro projetos de reabilitação urbana no centro do Funchal.

A CMF também aprovou, esta quinta-feira, a abertura de concursos internos de acesso geral para recrutamento de dois adjuntos técnicos do Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal. Foi feita admissão de um adjunto técnico operacional e de um adjunto técnico para Emergência pré-hospitalar, que vão coadjuvar o comandante do Corpo de Bombeiros Sapadores do Funchal, que tem ao serviço 150 elementos.

Outra deliberação foi o 23º concurso 'FUNCHAL - CIDADE FLORIDA' - 2022. Um concurso feito anualmente para premiar as hortas urbanas municipais e os jardins de habitações, unidades hoteleiras e outros. Os prémios pecuniários podem atingir um valor global de 6 mil e 600 euros.

Os vereadores da Coligação PSD/ CDS chumbaram uma proposta apresentada pela Coligação ‘Confiança’ que, previa a transmissão das reuniões do executivo de CMF. Pedro Calado justificou que a Autarquia não quer transformar as reuniões em episódios do Big Brother.