CDS: eleições são entre "autonomistas" e "feitores do Terreiro do Paço"

Alberto Pita

A Comissão Política Regional do CDS-PP reuniu-se hoje, na sede do partido, para analisar as próximas eleições e a situação política regional.

Em comunicado, o presidente da Comissão Política Regional do CDS-PP, Rui Barreto, disse que o partido “está fortemente mobilizado no apoio aos candidatos que integram a Coligação Madeira Primeiro”, composta pelo PSD e pelo CDS.

“Sendo, a par do PSD, o mais autonomista dos partidos com representação regional, o CDS-PP Madeira encara as eleições como uma luta clara entre autonomistas, representados nos candidatos na Coligação Madeira Primeiro, e centralistas, representados pelos candidatos do Partido Socialista apelando por isso, a um apoio massivo da população à coligação”.

“A 30 de janeiro, a escolha é clara: ou apoiamos os candidatos autonomistas ou apoiamos os feitores do Terreiro do Paço”, pode ler-se no comunicado.

Na campanha eleitoral, que agora se inicia, “o partido estará na rua, com a crença de que é possível uma vitória clara na Madeira, que contribua, também, para mudar o país, livrando-o de uma extrema-esquerda retrógrada, que ameaça o crescimento e desenvolvimento económicos e ameaça a liberdade e o direito de escolha de todos os cidadãos”, referiu, a finalizar.