Segunda fase do hospital vai para concurso público

Miguel Silva

A construção do novo Hospital Central e Universitário da Madeira conhece hoje uma nova data fulcral: esta tarde, em Conselho de Governo, será aprovado o concurso público internacional para a segunda fase de uma das obras mais reclamadas da Madeira nas últimas décadas.

Todo o processo foi já preparado pela Secretaria Regional de Equipamentos e Infraestruturas, que hoje submete o documento para validação na Quinta Vigia.

A segunda fase corresponde aos trabalhos de “estruturas, alvenarias e espaços exteriores”, esclarece a Secretaria de Pedro Fino em declarações ao JM. Acrescenta o secretário que os trabalhos em causa vão a concurso com um preço base de 75 milhões de euros, mais o correspondente IVA. O prazo previsto para a execução é de dois anos.

Leia mais, na íntegra, na edição impressa de hoje do JM.