Saída de navios é motivo de atração no Funchal (com vídeo)

Iolanda Chaves

A saída dos navios de cruzeiro Britannia e AIDALuna esta tarde, do Porto do Funchal, com poucos minutos de diferença, foi motivo de atração.

Turistas e madeirenses, que circulavam entre o cais da cidade e a Praça CR7, pararam para assistirem ao momento em que os dois navios se despediram da Madeira, depois de mais de 10 horas de visita.

O Britannia deveria ter saído às 17h30 e o AIDALuna meia hora depois, mas acabaram por sair quase ao mesmo tempo, o primeiro com destino ao Mar do Caribe, a Antígua, e o segundo a Bridgetown. No porto manteve-se o veleiro de cinco mastros Royal Clipper, que também era esperado sair às 18h00.

Conforme seguiam marchar, com destinos diferentes, os navios fizeram ecoar os habituais apitos de despedida, enquanto as pessoas em terra aproveitaram para registar o momento em fotografias e vídeos, assim como o JM.

Os três navios movimentam, entre passageiros e tripulantes, 4421 pessoas, conforme o JM online noticiou anterioremente.

A partida do AIDALuna do Cais 6 coincidiu com a inauguração da nova gare, por parte de Miguel Albuquerque. O comandante e diretora de hotel, entre outros elementos da tripulação, apresentaram cumprimentos às entidades oficiais e presentearam o presidente do Governo Regional com três réplicas do navio. Albuquerque partilhou a oferta com o secretário regional da Economia, Rui Barreto, e com o presidente da Câmara Municipal do Funchal, Pedro Calado.