“Está no mesmo saco de pulgas que governa o país”, Eduardo Jesus

David Spranger

Eduardo Jesus não poupou nas críticas ao deputado socialista, Sérgio Gonçalves.

Sérgio Gonçalves, deputado do PS, teve uma intervenção em que o acusou o Governo Regional de inércia na sua atividade turística, considerando que “a pandemia colocou a nu questões que o PS há muito vinha alertando”.
Mais, disse que a Madeira só vai subindo como destino “porque os outros mercados estão fechados”, vaticinando que quando abrirem a Madeira voltará a perder. “E temos indicadores disso, através do número de hotéis que nesta altura estão à venda na Região”, lamentando, ainda, a falta de um plano de contingência para o aeroporto.
Foi o catalisador para Eduardo Jesus, secretário regional que tutela o turismo, que passou ao contra-ataque. “Tem a distinta lata de falar na inoperacionalidade do aeroporto, quando está no mesmo saco de pulgas que governa o país e que nada fez para ajudar a resolver o problema da Madeira”.
Eduardo Jesus diz que “poderia ter apenas de vossa excelência [Sérgio Gonçalves], porque a situação é demasiado confrangedora para si. Compreendo a agonia, desespero e a necessidade de estar agarrado a esta bóia”, disse ao deputado do PS.
Disse que Sérgio Gonçalves “foi derrotado pelo povo, quando se propôs governar este setor, fez todas a sua vida profissional em regime de monopólio e é aborrecimento para si sermos neste momento a melhor Região do setor turístico em Portugal. Compreendo que para si seja complicado aceitar tudo isto”.
“Porquê é que fez [Ricardo Lume] um passeiozinho a Santa Cruz e o seu camarada Jerónimo nada faz lá para ajudar a resolver o problema, junto da República?”, ripostou, ainda, Eduardo Jesus, aqui em resposta da Ricardo Lume, deputado do PCP, acerca do diferendo com a GroundForce.