AMRAM teve prejuízo em 2020 de 125 mil euros devido ao jogo instantâneo

Redação

A Associação de Municípios da Região Autónoma da Madeira teve, em 2020, receitas na ordem dos 903 mil euros, mas as despesas chegaram a um milhão e 28 mil euros, com um resultado líquido de 125 mil euros negativos devido à quebra das vendas de jogo instantâneo.

De acordo com Carlos Teles, porta-voz da reunião intermunicipal de hoje da Associação de Municípios, relativamente ao programa de vacinação antirrábica e de identificação eletrónica de animais errantes. Neste momento, e desde o primeiro programa, todos os municípios já esterilizaram oito mil animais e já foram ultrapassados os 600 mil euros.

Tendo em conta o sucesso do programa, já foi iniciada a terceira campanha, estando prevista a esterilização, no decorrer deste ano, de mais dois mil animais, num investimento que andará à volta dos 150 mil euros.

Em termos de formação, o presidente da Câmara Municipal da Calheta informou ainda que já foram realizadas pela AMRAM 15 ações de formação, abrangendo 300 funcionários, de várias câmaras da Madeira.

Relativamente aos PDM (Plano Diretor Municipal), o autarca disse que a atualização destes planos, através da cartografia digital, já está a decorrer desde o mês de maio, sendo que a sua conclusão está prevista para daqui a oito meses.