Covid-19: Madeira integra projeto inovador que envolve mais de 20 hospitais europeus

O presidente do Governo Regional vai marcar presença, amanhã, no Hospital Dr. Nélio Mendonça, onde será apresentado o projeto ICU4COVID. Trata-se de uma solução inovadora no âmbito do Horizonte 2020, que emergiu do contexto da atual pandemia, e que tem como objetivo a criação de diversos Hubs de Telemedicina aplicada aos cuidados intensivos, espalhados pelo mundo.

Este é um projeto pioneiro que envolve mais de 20 hospitais espalhados pela Europa e um financiamento global de 10,4 milhões de euros. Iniciou-se em janeiro de 2021 e decorrerá até final de 2022, por fases.

Face ao atual contexto pandémico, a Secretaria Regional de Saúde e Proteção Civil da Madeira foi selecionada para acolher o primeiro HUB onde a solução será instalada, servindo de referência para os outros hospitais do projeto (em Portugal e no Mundo).

Em apenas seis dias (de 24 a 29 abril) foi instalada a tecnologia base para a implementação deste inovador sistema de telemedicina, sendo que o SESARAM conta agora com a ligação de nove camas (localizadas no Hospital Nélio Mendonça e Centro de Saúde do Porto Santo Dr. Francisco Rodrigues Jardim) a um cockpit de monitorização central.

A próxima fase será o desenvolvimento aplicacional com vista a assegurar a interoperabilidade com a arquitetura aplicacional existente no SESARAM e com os restantes dispositivos médicos existentes numa unidade de cuidados intensivos, potenciando a melhoria na prestação de cuidados aos doentes e reduzindo o risco para os profissionais de saúde.

"É um passo importante e pioneiro na inovação da prestação dos cuidados de saúde não só na RAM como em toda a Europa", refere o gabinete do chefe do Executivo através de um comunicado. "O SESARAM será a referência para os outros hospitais do projeto, com a importância estratégica de representar-se uma Região Ultraperiférica."