JS quer alternar reunião anual do secretariado entre as regiões autónomas

Redação

A Comissão Nacional da Juventude Socialista aprovou, no passado fim-de-semana, a realização de uma reunião anual do secretariado da Juventude Socialista nas Regiões Autónomas, alternando entre a Madeira e os Açores.

Na ótica de Olavo Câmara, presidente da JS-Madeira, esta medida é “bem demonstrativa da veia descentralizadora da nossa estrutura e de uma nova geração que olha para Portugal no seu todo, pela afirmação das suas regiões e pela afirmação das estruturas locais”.

A defesa da Autonomia tem sido uma das bandeiras da Juventude Socialista, garante o jovem socialista que destaca “a dinâmica, crescimento e valor da JS-M ao longo dos últimos anos permitiram um maior peso na estrutura a nível nacional, o que possibilitou várias conquistas e a sua afirmação no seio do partido, com claros ganhos para o futuro da Madeira".

Para Miguel Costa Matos, secretário-geral da JS e deputado à Assembleia da República, “a Autonomia regional é não só o garante da unidade nacional, como também um motor de desenvolvimento e coesão”, diz a Juventude Socialista em nota de imprensa.