Sondagem Intercampus/JM: “Na política, o que hoje é, amanhã não o será”, diz Carina Ferro

Catarina Gouveia

Apesar de Pedro Calado assumir posição de destaque no estudo de opinião da Intercampus divulgado hoje pelo JM, “o PSD ainda não apresentou os seus candidatos e isso reflete-se na sondagem”, refere Carina Ferro, que assume “dificuldade em considera-la como válida”.

“Estamos a sete meses daquilo que são as eleições autárquicas e qualquer tipo de favorecimento a um candidato, ou putativos candidatos, é sempre difícil de considerar como válido a esta distância porque, na política, o que hoje é, amanhã não o será. Esta volatilidade impede-me de fazer uma análise concisa e efetiva sobre aquele que se apresenta como potencial opositor ao atual presidente da Câmara do Funchal”, afirmou, na qualidade de comentadora do programa Política 5.0, da rádio 88.8.

Não obstante, Carina Ferro diz que este “é um indicativo de que existe alguma aceitação mais direcionada ao putativo candidato Pedro Calado em relação aos outros nomes avançados pelo JM”, sendo que “caberá às estruturas internas do PSD decidir qual será o seu melhor candidato para o desafio que são as próximas autárquicas”.