Jardim critica Quercus sobre o processo das Ginjas

Alberto João Jardim tomou, hoje, posição pública acerca do processo das Ginjas, deixando críticas à Quercus.

Numa publicação na rede social Twitter, o ex-presidente regional acusou a associação ambientalista de ser “ideologicamente identificada”, reiterando uam vez mais que durante o seu tempo no Governo Regional rejeitou avançar com este projeto que tanta polémica tem gerado.

“Contrário do que diz a ideologicamente identificada Quercus, «o que de mais precioso a Madeira tem» são as Pessoas e não qualquer património material. Também recusei pavimentar as Ginjas”, pode-se ler-se na publicação.

Recorde-se que o Núcleo Regional da Quercus na Madeira mostrou-se contra o projeto do Caminho das Ginjas, considerando que este “o deve merecer uma Declaração de Impacte Ambiental desfavorável”. A posição da Quercus é a de que o projeto não respeita boas práticas recomendadas para a execução de estruturas rodoviárias em áreas sensíveis.