PS quer alimentação biológica nas escolas

David Spranger

Na continuidade dos trabalhos no plenário madeirense, debate-se um projeto de resolução, do PS, intitulado ‘projeto-piloto para fornecimento de refeições confecionadas com alimentos biológicos, em cantinas escolares’.

A apresentação esteve a cargo de Rui Caetano, e o deputado do PS até reconheceu que “o Governo Regional tem promovido muitas ações juntos das escolas” a respeito da alimentação.

Todavia, “é necessário dar um passo em frente, com medidas concretas”, defendendo uma “introdução progressiva” através de uma “experiência em algumas escolas”.

Rui Caetano advoga que se comece “pelas escolas mais pequenas” e lembrou que esta medida teria ainda uma outra valência, ou seja, “ajudaria a escoar os produtos junto dos agricultores locais”.

Ricardo Lume (PCP) já fez saber que adere à proposta, mas no seu entender não deveria ir para o terreno de forma tímida, mas sim já para todo o universo escolar. Mas tem dúvidas se “o Governo Regional deixará de entregar a alimentação nas escolas a privados”.

Uma dúvida de imediato desfeita por Rui Caetano, que explicou a Lume que “as escolas têm autonomia e que os concursos são feitos escola a escola”.