Nuno Morna e Aires Pedro eleitos na V Convenção do partido Iniciativa Liberal

Redação

A Iniciativa Liberal realizou no passado fim-de-semana a sua V Convenção Nacional. O órgão máximo do partido reuniu virtualmente para eleger o Conselho Nacional, o Conselho de Fiscalização e o Conselho de Justiça, que cessavam agora os seus mandatos.

Com a presença de 500 delegados, este deverá ter sido o maior congresso partidário realizado em Portugal inteiramente online, via plataforma ZOOM.

O Núcleo Territorial da Madeira esteve presente com cerca de 15% dos membros que a integram como delegados tendo participado activamente nos trabalhos.

Nuno Morna foi eleito para o Conselho Nacional e Aires Pedro passa a integrar o Conselho de Jurisdição.

No encerramento dos trabalhos João Cotrim de Figueiredo voltou a deixar clara a "posição de princípio de total repúdio de todas as formas de discriminação que ferem a essência da crença liberal na individualidade e dignidade de cada ser humano, baseadas na raça, no sexo, na etnia ou na religião".

"Esta posição de princípio não é negociável em qualquer contexto pré ou pós-eleitoral", disse.

Estão assim declarados os limites pelos quais se devem reger as estruturas partidárias nas próximas eleições autárquicas, limites que são subscritos pela Iniciativa Liberal Madeira.

Por agora, toda a estrutura regional do partido estará profundamente empenhada na campanha presidencial do candidato apoiado pelo partido, Tiago Mayan Gonçalves.