Escola do Porto Santo propõe adesão do município à Associação Internacional de Cidades Educadoras

Redação

O Conselho da Comunidade Educativa, da Escola Básica e Secundária Professor Dr. Francisco de Freitas Branco, entregou esta semana na Câmara Municipal do Porto Santo, uma proposta para aderir aquele município à Associação Internacional de Cidades Educadoras.

A proposta foi entregue pela presidente do Conselho da Comunidade Educativa, Filipa Abreu, em representação daquela escola, assinalando também, deste modo, o 30º Aniversário da Carta e o Dia Internacional da Cidade Educadora (30 novembro), com o lema "30 anos transformando pessoas e cidades para um mundo melhor".

Fundada em 1994, a Associação Internacional das Cidades Educadoras (AICE) é uma Associação sem fins lucrativos constituída como uma estrutura permanente de colaboração entre governos locais que se comprometem a reger-se pelos princípios inscritos na Carta das Cidades Educadoras. No início do ano 2020, o seu número de membros ascendia a mais de 500 cidades de 36 países distribuídos por todos os continentes.

Qualquer cidade disposta a subscrever os princípios da Carta das Cidades Educadoras pode aderir à AICE, desde que submeta a aprovação da adesão por parte do órgão máximo de decisão municipal dos políticos eleitos, que cumpra os princípios da Carta das Cidades Educadoras, participe nos canais de debate, intercâmbio e colaboração da AICE e proceda ao pagamento da quota anual correspondente.

Idalino Vasconcelos irá analisar a proposta e submeter a análise e deliberação pela Câmara Municipal, para adesão do Município do Porto Santo à Associação Internacional de Cidades Educadoras.