Covid-19: Luso venezuelano nos cuidados intensivos com suporte do ventilador

É uma das quatro pessoas que se encontram internadas na Unidade Polivalente dedicada à Covid-19 do Hospital Dr. Nélio Mendonça. É, neste momento, o caso mais grave de Covid-19, mantendo-se as restantes três pessoas internadas naquela unidade, mas todas estáveis e sem recurso aos ventiladores.

O utente está internado depois de ter testado positivo como um caso importado da Venezuela no passado dia 15. O homem chegou daquele país há pouco tempo, realizou o teste à chegada à Madeira, no contexto das atividades de vigilância implementadas no Aeroporto da Madeira – Cristiano Ronaldo. O teste foi, numa primeira fase, negativo, mas dias depois o homem começou a sentir sintomas da doença e voltou a ser testado numa segunda ida ao hospital.

Desta vez, o resultado acabou por ser positivo, acabando por ser internado na unidade polivalente de Covid-19, embora ainda sem o suporte do ventilador, mas já num quadro de alguma gravidade. Infelizmente, na tarde de quarta-feira, dia 18, a situação de saúde ao nível respiratório agravou-se e o utente acabou por ter de passar para uma cama da Unidade de Cuidados Intensivos, permanecendo em estado crítico e agora a respirar com recurso ao ventilador.