Farmácia do Caniço encerra ao público durante uma semana

A Farmácia do Caniço decidiu encerrar durante uma semana, conforme informa a administração em comunicado.

A Farmácia do Caniço começa por informar que na passada sexta-feira, foi detetado um caso positivo de covid-19 num trabalhador deste espaço. Nessa mesma data, a gerência "prontificou-se, imediatamente, à autoridade de saúde a encerrar preventivamente o estabelecimento", refere.

A autoridade de saúde garantiu o acompanhamento da situação, fazendo seguimento e questionando os trabalhadores acerca de um eventual aparecimento de sintomas, uma vez que esse é o protocolo definido.

"Para não aguardar mais tempo pelos testes", a gerência da Farmácia do Caniço diligenciou junto de um laboratório de análises, testes PCR a todos os seus colaboradores. "Os resultados dessas análises, custeadas pela Farmácia do Caniço, foram partilhadas em espírito de total colaboração e transparência com a Autoridade de Saúde", acrescenta a mesma nota .

No seguimento dos testes, a "autoridade de saúde declarou hoje o isolamento profilático de todos os colaboradores da Farmácia do Caniço", informa a gerência da Farmácia do Caniço, que realça que "poderia colocar outros trabalhadores no local, mas opta por não o fazer e encerrar o estabelecimento por um prazo de uma semana". A reabertura será articulada com a autoridade de saúde, cumprindo os critérios de segurança e desinfeção do espaço.

"A Farmácia do Caniço deseja muita força e saúde a todos os profissionais da área da saúde, sem excepção, que estão a empenhar-se a 200% na luta contra esta pandemia global. Deixamos um cumprimento especial aos nossos colegas farmacêuticos que são e serão sempre o contacto mais próximo entre a população e os Serviços de Saúde", aponta ainda a mesma nota, que sublinha que no regresso, estes profissionais continuarão a exercer a atividade "com o mesmo afinco, o mesmo zelo e a mesma disponibilidade."