Câmara de Lobos prepara-se para o mau tempo que se avizinha

A autarquia de Câmara de Lobos procedeu à implementação de procedimentos de prevenção face à expectável pioria das condições metrológicas previstas para as próximas horas.

Na sequência do potencial agravamento das condições meteorológicas na Região Autónoma da Madeira, com a possibilidade de ocorrência de precipitação intensa e concentrada e de vento moderado a forte, o município de Câmara de Lobos encontra-se a promover, de forma preventiva, a operacionalização das ações e tarefas e a implementação dos procedimentos de planeamento e gestão de emergência considerados adequados e/ou ajustados face à fenomenologia do evento.

De acordo com o presidente Pedro Coelho, “no âmbito do nosso Sistema Municipal de Alerta e Aviso, o SMPC procedeu a emissão de um Comunicado Técnico-Operacional, em articulação com os agentes de proteção civil e/ou entidades ou organismos intervenientes nas eventuais ações de proteção civil, com o objetivo promover a cooperação e a definição de procedimentos operacionais comuns; enquanto que, no âmbito da informação à Comunidade, difundiu um comunicado à população, com recomendação para a adoção de determinadas medidas preventivas e de autoproteção face ao evento”.

Em termos operacionais, e de forma preventiva, “foram encerrados e condicionados determinados acessos, em função da sua localização em zonas de risco acrescido, encontrando-se a respetiva abertura condicionada à avaliação técnica do Serviço Municipal de Proteção Civil, articuladamente com a evolução dos avisos meteorológicos emitidos pelo Instituto de Meteorologia”.

De igual forma, “e em função da magnitude expetável do evento, procedeu-se ao reforço e a preparação preventiva dos meios e recursos tidos como necessários, nomeadamente com a constituição de duas equipas operacionais, com os equipamentos, materiais e recursos indispensáveis à resolução de qualquer eventual situação de emergência e proteção civil”.