Prolongamento da ciclovia do Funchal arranca segunda-feira com investimento de 1,2 milhões de euros

A primeira fase da empreitada da Câmara Municipal do Funchal, que visa o prolongamento da ciclovia do concelho, arranca na próxima segunda-feira, dia 19 de outubro. A intervenção será dividida em várias fases e tem um prazo de execução estimado de cerca de um ano, assumindo o propósito de promover a multimodalidade no Funchal, ou seja, uma conjugação estruturada entre a mobilidade ciclável, a acessibilidade pedonal e o transporte público coletivo

Com uma extensão de 2,5 km, a intervenção vai assegurar o aumento da extensão da ciclovia através da implementação de dois canais cicláveis, um entre o Fórum Madeira e a Rua Saint Helier, e o outro entre a Travessa do Valente e a Praça do Turista.

Para além da melhoria das condições para a prática da bicicleta, estas ações de beneficiação vão garantir, igualmente, a requalificação das áreas pedonais, destacando-se o alargamento e nivelamento de passeios, a instalação de pavimentos tácteis diferenciados para portadores de deficiência visual, a sobrelevação de passadeiras e a melhoria nas condições de acesso às paragens de autocarros, de forma a reforçar as condições de segurança rodoviária.

O Presidente Miguel Silva Gouveia sublinha que "esta intervenção representa um investimento de cerca de 1,2 milhões de euros + IVA, sendo comparticipada pelo Programa Operacional Madeira 14-20. Vamos começar pelo troço compreendido entre a Praça do Turista e a Travessa do Valente, tendo esta primeira fase uma duração prevista de 45 dias. A circulação rodoviária no sentido