Novo lay-off: Albuquerque fala em "boa notícia" para as empresas da Madeira

Lúcia M. Silva

Miguel Albuquerque congratulou-se esta manhã pelo novo lay-off que entrou hoje em vigor e que vai apoiar empresas com quebras de faturação a partir de 25%.

No caso das empresas com quebra de faturação acima de 75% a redução de horário pode ser total e os apoios podem chegar a 100%, uma vez que a Segurança Social pagará todas as horas não trabalhadas.

"Hoje é um dia importante porque ontem foi anunciado aquilo que há muito reclamávamos como necessidade imperativa para as empresas e para a sustentabilidade do emprego em Portugal", afirmou o presidente do Governo Regional à margem da visita efetuada à Extermínio, empresa que, durante esta pandemia, tem assegurado muitas das desinfeções públicas, mas também privadas, efetuadas um pouco por toda a Região.

Na ocasião, Miguel Albuquerque voltou a falar das medidas impostas em relação à contenção do novo coronavírus, reafirmando que tudo se manterá igual, o uso obrigatório de máscaras, a continuidade dos testes à chegada dos aeroportos e o regime de visitas aos lares de terceira idade.

Em relação à Extermínio, o chefe do Executivo madeirense mostrou-se agradado com o que viu, salientando a qualidade dos produtos que são concebidos nesta unidade industrial, certificada a nível internacional.