Associação Presença Feminina na 'linha da frente' na proteção dos mais vulneráveis

O Presidente da Câmara Municipal do Funchal, Miguel Silva Gouveia, e a Vereadora Madalena Nunes, com o pelouro da Inclusão na autarquia, visitaram, na tarde de hoje, no âmbito da iniciativa “O Funchal Que Nos Une”, as Presidências Abertas da Autarquia, a Associação Presença Feminina - Associação de Apoio à Mulher, cuja ação é direcionada para a defesa dos direitos da mulher, a sua promoção e dignificação, dando particular ênfase ao apoio às vítimas de violência doméstica.

Na oportunidade, Miguel Silva Gouveia destacou a importância da Associação na defesa dos mais vulneráveis.

“É das associações do concelho que canalizam o seu trabalho aos grupos de risco, e estão na linha da frente de atuação na proteção da população mais vulnerável da cidade contribuindo para desafiar mentalidades e crenças culturalmente enraizadas acerca dos papéis sociais de género, apoiando a vítima em diferentes áreas”, destacou o Presidente.

A Associação Presença Feminina Constituída foi criada em 1995, e tem como principal missão apoiar as vítimas do crime de violência doméstica, e as suas famílias, assegurando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais nomeadamente o apoio jurídico, psicológico e socioeconómico, a gestão de uma casa de abrigo para mulheres vítimas de maus tratos e seus filhos/as menores, bem como a ajuda na reintegração social das mulheres vítimas de violência.