RIR contra criação de Polícia Municipal

O deputado independente e coordenador do RIR Madeira, Roberto Vieira, reuniu-se hoje com o presidente da Câmara Municipal do Funchal, para reafirmar que está contra a criação de uma Policia Municipal nesta cidade.

"O Partido RIR tem conhecimento que a criminalidade está a crescer na nossa cidade, contudo já existe a PSP, a GNR, a Polícia judiciária e outras forças de segurança, o que no entender do RIR, são mais que suficientes para garantir a segurança dos funchalenses, basta que lhes dêem mais poder e autoridade e que lhes mostrem reconhecimento pelo seu trabalho, o que infelizmente não acontece", refere um comunicado de Roberto Vieira enviado à redação.

O deputado independente refere que "todos sabemos que o interesse nesta polícia, não é a segurança dos funchalenses, mas sim o interesse de criar uma «máquina de fazer dinheiro», para encher os cofres da Câmara Municipal e arranjar uns taxos, com salários milionários para alguns amigos, o mesmo que aconteceu nas empresas municipais, Frente Mar e Sociohabita."

Vieira considera "inadmissível que numa altura de grandes dificuldades para os funchalenses" a CMF se preocupe em criar "uma Polícia Municipal, que não fará outra coisa que não seja perseguir os comerciantes e os funchalenses em geral, tendo um único objetivo, encher os cofres municipais!"

Nesse sentido, o RIR desafia a autarquia a "investir parte deste dinheiro noutras áreas, nomeadamente na área social, e a poupar parte destas verbas para acudir as pessoas, que serão vitimas da desgraça que aí vem pós pandemia".