"Não há que preocupar" com passagem de depressão frontal pela Madeira

Catarina Gouveia

A Região espera nos próximos dias períodos de chuva associados à aproximação e passagem de uma depressão frontal prevista para a partir do final do dia de hoje e até esta quarta-feira ao final da manhã.

A partir desse período, está prevista uma pausa no mau tempo, sendo que na quinta-feira estão de novo previstos períodos de chuva e aguaceiros, que deverão prolongar-se até ao fim de semana. Os aguaceiros serão menos frequentes a partir de sexta-feira, esclareceu ao JM o diretor da Delegação da Madeira do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), Victor Prior.

Relativamente a esta situação, Victor Prior refere que “a situação tem vindo a desagravar” em relação às previsões iniciais para a passagem da depressão pelo arquipélago. “As quantidades de precipitação previstas são agora menores”, afirmou. Quanto ao vento, a previsão apontava ontem para rajadas na ordem dos 90 a 100 km/h nas regiões montanhosas, ao passo que a previsão mais recente aponta para valores nos 70 km/h. O IPMA irá, contudo, continuar a acompanhar a situação.

Nesse sentido, considera que a previsão de alguma chuva e vento não é motivo para alarme. “Pelas previsões mais recentes, não há que preocupar”, conclui.