MADEIRA Meteorologia

O PAN Madeira quer uma cidade do Funchal mais empreendedora, mais sustentável, mais próxima do cidadão

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
21 Agosto 2022
11:39

"Neste dia especial mandamos um enorme abraço aos funchalenses espalhados pelo mundo, ao longo da nossa História, em condições difíceis, souberam manter vivas as nossas memórias, a nossa cultura e a nossa identidade", explana o PAN em comunicado.

"O Funchal representa o que a Madeira tem de melhor nas suas gentes trabalhadoras e nas suas soberbas paisagens que vão do mar à serra, mas, sendo um Município tão assimétrico, enfrenta desafios e problemas para os quais temos de encontrar respostas e soluções. Há pouco menos de um ano a Assembleia Municipal do Funchal definiu as grandes opções do plano e o orçamento para este ano. Uma discussão onde o executivo apresentou o seu programa, assente num vasto número de promessas e os seus objetivos legítimos para quem ganhou pelos votos. Um projeto que nos apresentaram como de futuro e que tornaria o Funchal uma cidade mais próxima do cidadão, mais amiga dos empresários, mais sustentável e mais empreendedora. Um projeto que se dizia agregador e facilitador da vida dos cidadãos, mas que se apresenta como de "bandeirinha", "cartão" e destruidor da obra edificada", discorre o PAN Madeira em comunicado enviado às redações.

"O PAN Funchal recorda que na noite eleitoral foi eleito um presidente da câmara que disse - "podem começar a apontar num papelinho as promessas que vamos cumprir. Daqui a quatro anos, o nosso programa vai estar inteiramente realizado. Essa é uma promessa nossa. Vamos cumprir tudo aquilo que prometemos". O PAN Madeira como o Presidente da Câmara, também queria uma cidade do Funchal mais empreendedora, mais sustentável, mais próxima do cidadão. Mas também queríamos ter uma cidade do Funchal mais limpa, mais verde, mais humana e mais organizada.
Gostávamos de ter efetivamente o Funchal sempre à frente. Porque ter o Funchal sempre à frente não é só organizar e proteger os locais por onde passa a procissão. É preciso olhar também para a cidade escondida dos olhares de quem nos visita e perceber toda uma cidade que necessita de intervenção profunda.
Ter o Funchal sempre à frente é reabilitar e criar condições para que os jovens estudantes e as jovens famílias possam arrendar casa a preços competitivos regressando à cidade que os viu nascer. Ter o Funchal sempre à frente é apoiar ainda mais aqueles que infelizmente vivem sem condições, na mais triste solidão; Ter o Funchal sempre à frente é criar dinâmicas culturais que nos elevem a um lugar de excelência e de referência na oferta cultural e de lazer. Ter o Funchal sempre à frente é ter águas límpidas e uma cidade verde e despoluída", expõem entre outros pontos.

Assim, rematam, dizendo que "O PAN já nesta legislatura propôs entre outras medidas que o Funchal fosse uma cidade mais transparente (menos propensa à CORRUPÇÃO), mas o CDS (compreensivelmente) e o PSD chumbaram na Assembleia Municipal do Funchal as recomendações do PAN. O PAN Madeira considera que a corrupção é um problema real e grave, que está disseminado. E sabendo o PAN Madeira que a justiça é lenta, também sabemos que a classe política não se tem empenhado o suficiente a enfrentá-la. A corrupção não é apenas o roubo dos dinheiros de todos nós - é colocar cada jovem da Nazaré, do Canto do Muro ou da Quinta Falcão, mais longe dos seus sonhos".

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Há condições para o Orçamento da Região ser aprovado esta semana?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas