MADEIRA Meteorologia

Jovens do Bloco de Esquerda querem mudanças de políticas

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
17 Agosto 2022
12:59

O núcleo de Jovens do Bloco de Esquerda Madeira esteve ontem à tarde na Praia Formosa, numa ação de limpeza de lixo quer na praia quer nas áreas circundantes, que, de outro modo, teria como destino o nosso mar.

"Encontrámos principalmente beatas de cigarros, muitos paus e papéis de gelado, palhinhas e garrafas de plástico/vidro, mas também fraldas de bebé, por isso é clara a falta baldes de lixo nas estradas de acesso à praia e nas zonas de estacionamento, uma responsabilidade que entendemos ser da Câmara Municipal do Funchal", refere o BE em comunicado.

Os intervenientes notaram também "a falta de algum civismo já que deitar beatas para o chão é proibido e punido por Lei". "Entendemos, por isso, que, para além de fiscalização, é necessário haver campanhas de sensibilização que alertem para esse flagelo, bem como para a importância da reciclagem, já que somos uma das regiões do país com a mais baixa taxa de reciclagem, que atinge apenas os 13%", acrescenta.

Numa altura em que os efeitos das alterações climáticas se fazem sentir com cada vez mais frequência e intensidade, todas e todos os cidadãos têm um papel muito importante no contributo que podem dar. "Estamos a falar do futuro do nosso planeta e das espécies que nele habitam, mas também do nosso futuro e nós, jovens, somos os que irão sofrer mais as consequências na inacção dos governos, que falam muito, mas pouco fazem de facto para mudar alguma coisa", aponta.

"No nosso entendimento, isso passa, naturalmente, pela reciclagem e reutilização de materiais que promovam uma economia circular. Passa pelo uso consciente da água, pelo combate às perdas de água e ao desperdício alimentar, pela poupança de energia e pelo uso de transportes públicos em vez do automóvel privado. Passa também pela aposta em energias renováveis, aproveitando os telhados das casas e prédios, por exemplo, para a colocação de painéis solares ou fotovoltaicos".

O núcleo de jovens do BE refere ainda que "já que os fundos do PRODERAM, programa de apoio destinado à agricultura, estão a ser utilizados para fazer arraiais e festas que gera sempre muito lixo, talvez pudessem também ser aplicados em algo mais importante para o futuro do arquipélago da Madeira, onde chove cada vez menos e a temperatura sobe cada vez mais."

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas