MADEIRA Meteorologia

Gualberto Fernandes defende reabilitação urbana e assume intervenções nas três freguesias da Ponta do Sol

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
03 Setembro 2021
15:25

"A reabilitação urbana e a retoma de projetos que foram abandonados, como é o caso da intervenção no centro histórico da Vila da Ponta do Sol, são prioridades da nossa candidatura que aponta, em vários pontos do nosso concelho, a requalificação dos espaços públicos e uma aposta séria no urbanismo e no ordenamento do território" afirma o candidato pela coligação PSD/CDS à Câmara Municipal, Gualberto Fernandes, lembrando que estas intervenções de reabilitação são fundamentais para garantir melhores condições a quem vive nestas localidades mas, também, maior atratividade aos olhos de quem visita ou quer investir no Município.

Gualberto Fernandes que, a par da intervenção no centro histórico da Vila, adianta que o seu Programa Eleitoral contempla a criação de novas Áreas de Reabilitação Urbana (ARU`s), nomeadamente na Levada do Poiso (envolvente ao Relógio de Água), na Lombada (envolvente ao edifício dos Esmeraldos e Igreja de Nossa Senhora da Conceição) e junto às Igrejas da Piedade (Canhas) e do Cristo Rei (Monte).

"Estas reabilitações são fundamentais a vários níveis, tanto para os empresários e para aqueles que querem reabilitar e recuperar os seus imóveis, atendendo aos benefícios fiscais envolvidos como, também, para a necessária afirmação e competitividade destas zonas em particular e do nosso concelho em geral, atraindo mais pessoas e dinamizando a economia local, que bem precisa de ser apoiada" reforça o candidato pela coligação "Sempre pela Ponta do Sol", lembrando que, à exemplo do Projeto dos Nómadas Digitais, há muitas outras iniciativas e projetos que podem, efetivamente, contribuir para a dinâmica local que falta e que se propõe a incentivar.

"A Ponta do Sol tem todas as condições para crescer, de forma sustentável, nas suas várias freguesias, mas esse crescimento tem de ser feito de forma ordenada, com qualidade e respeitando a identidade local, algo que estas reabilitações garantem, tornando o nosso concelho mais preparado para o futuro", afirma, por fim, Gualberto Fernandes, que sublinha o facto desta reabilitação vir a contar com entidades privadas mas, também, com entidades públicas, nomeadamente a Câmara Municipal, que irá assumir a intervenção nas zonas verdes e históricas do concelho.

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Concorda com o investimento de 14 milhões de euros num navio de investigação?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas