Pessoas: "Eu estou a existir, não estou a viver", diz Meghan Markle

Frágil e de lágrimas nos olhos. É desta forma que se apresenta Meghan Markle num novo documentário, que está prestes a ser exibido na televisão britânica, e no qual a duquesa dá conta da dificuldade que tem sentido em adaptar-se à ‘vida real’ e em lidar com toda a pressão mediática.

"Eu estou a existir, não estou a viver", diz a mulher do príncipe Harry, citada pelo Correio da Manhã, sem esconder a mágoa pelos momentos por que tem passado desde que deu o nó com o companheiro.

No 'teaser' já exibido do documentário, também Harry revela insatisfação em relação ao que se tem passado e demonstra a vontade de deixar o Reino Unido em breve para morar, por exemplo, em África, onde começou a sua história de amor com Meghan.

Nos últimos tempos, têm sido várias as notícias de que o casal está de saída de Inglaterra, depois de Harry ter partilhado o seu desagrado pela forma como a mulher está a ser tratada.

"Tenho sido uma testemunha silenciosa do sofrimento da minha mulher. O meu maior medo é que a história se repita. Perdi a minha mãe e agora vejo a minha mulher tornar-se vítima das mesmas forças poderosas", escreveu o príncipe num comunicado.

A imprensa britânica dá conta que o casal quer retirar-se da vida pública, de acordo com a mesma fonte.