Câmara de Lisboa obriga Cristiano Ronaldo a legalizar marquise de apartamento de luxo

Cristiano Ronaldo tem um prazo de 15 dias para fazer alterações na marquise construída no terraço do seu apartamento de luxo, em Lisboa.

Após uma vistoria à obram, refere o Correio da Manhã, a Câmara de Lisboa notificou o jogador, a 21 de julho, de que "tem de proceder à reposição da legalidade urbanística", ou seja, fica obrigado a "repor as condições existentes antes da execução dos trabalhos [da marquise] verificados agora pela vistoria."

Citando uma resposta da autarquia, o jornal indica que foi verificada a existência de um “acrescento na cobertura [terraço] em desconformidade com as telas finais do projeto aprovado pela CML [Câmara Municipal de Lisboa] para o edifício”.

Além de ter de repor as condições anteriores, Cristiano Ronaldo arrisca-se a enfrentar outras consequências. De acordo com a autarquia, uma vez que a intervenção foi realizada sem autorização camarária, “está sujeita a abertura de processo de contraordenação”.