Suspeito de matar rapper português vai ficar em prisão preventiva

Segundo noticia a Blitz, o suspeito do homicídio do rapper português Dr. Fresh vai ficar em prisão preventiva, enquanto que os outros três arguidos terão de se apresentar duas vezes por semana na esquadra da sua área de residência, em Salvaterra de Magos.

A decisão foi determinada pela juíza do Tribunal de Santarém esta quarta-feira.

Já o Correio da Manhã avança que no caso dos três últimos indivíduos, estes estão indiciados pela prática de um crime de violação de domicílio e ofensa à integridade física.

Recorde-se que o artista Dr. Fresh, cujo nome verdadeiro é Silvano Francisco, foi esfaqueado esta terça-feira em Salvaterra de Magos, quando se encontrava na casa de um amigo.

Quando os bombeiros locais chegaram à habitação tentaram fazer manobras de reanimação, mas Silvano Francisco não resistiu aos ferimentos.

Segundo consta, o assassinato ter-se-á devido a um ajuste de contas por dívidas relativas a tráfico de droga.