MADEIRA Meteorologia

Ivo Lucas em julgamento: "Não sabia o que tinha acontecido e não sabia da Sara"

JM-Madeira

JM-Madeira

Data de publicação
24 Outubro 2023
17:21

A primeira sessão do julgamento do caso do acidente que provocou a morte da cantora Sara Carreira, a 5 de dezembro de 2020. foi marcada pela audição de Ivo Lucas, namorado da cantora, que conduzia o carro em que ambos circulavam e que está acusado também de um crime de homicídio por negligência grosseira.

Num testemunho emotivo, o terceiro arguido a ser ouvido pelo tribunal recordou que ele e Sara Carreira se deslocavam do Porto com destino à Charneca da Caparica, onde a cantora deveria jantar com a mãe, e seguiriam para um fim de semana com amigos, em Salvaterra de Magos.

Ivo Lucas afirmou que vinham a conversar e que só se apercebeu de "um vulto" no mesmo momento em que Sara Carreira "gritou ‘cuidado’", tendo embatido de seguida na viatura de Cristina Branco.

A fadista tinha já testemunhado que havia visto o carro do casal "sobrevoar" o local onde se encontrava com a filha, embater no separador e capotar várias vezes.

Já Ivo Lucas disse não se ter apercebido do impacto e só ter consciência a partir do momento em que se encontrava "a atravessar a estrada, sem t-shirt e com o braço todo desfigurado".

"Não sabia onde estava, não sabia o que tinha acontecido e não sabia da Sara", recordou, acrescentando que, dois anos depois do acidente, as suas memórias continuam a ser apenas ‘flashes’ que não consegue "ordenar cronologicamente".

No acidente esteve ainda envolvido Tiago Pacheco que seguia pela via central da A1 e que, segundo a acusação, não reduziu a velocidade, mesmo apercebendo-se que passava por um acidente, não conseguindo desviar-se da viatura de Ivo Lucas (que ocupava parcialmente aquela faixa), onde este ainda se encontrava, bem como Sara Carreira.

Este foi o último arguido a falar esta manhã ao tribunal, tendo também discordado da velocidade que a acusação alega que ia [entre 146,35 e 155,08 Km/h].

O condutor alegou que circulava a "85/86 quilómetros por hora" poucos minutos antes do embate e que não terá travado ao passar pelo acidente por não ter "sentido a necessidade de abrandar".

Lusa/Redação

OPINIÃO EM DESTAQUE

88.8 RJM Rádio Jornal da Madeira RÁDIO 88.8 RJM MADEIRA

Ligue-se às Redes RJM 88.8FM

Emissão Online

Em direto

Ouvir Agora
INQUÉRITO / SONDAGEM

Quem vence o Campeonato Europeu de Futebol?

Enviar Resultados

Mais Lidas

Últimas